Motriz - Festival de Cinema de Planaltina

Motriz abre caminhos para o cinema independente em Planaltina

Foram 752 inscrições recebidas de todas as regiões do país para compor as mostras do Festival.

A primeira edição do Motriz – Festival de Cinema de Planaltina foi marcada pelo axé de celebração de pessoas produtoras e filmes produzidos pelo audiovisual periférico brasileiro de resistência.

Mostras competitiva e paralelas, seguidas de rodas de conversa. Três dias e noites, 20 a 22 de outubro de 2022, de exibição de filmes que não estão disponíveis em salas comerciais, numa cidade que também não tem cinema.

Aceito o desafio para realizar o festival Motriz na histórica cidade de Planaltina, a mais antiga do Distrito Federal, “tudo pensado para oferecer a melhor experiência de cinema no Complexo Cultural de Planaltina”, diz Nara Oliveira, responsável pela coordenação de comunicação e design gráfico do projeto.

Com tema curatorial Cinema: poéticas de resistências, o objetivo desta primeira edição é que “ a gente consiga trazer força Motriz de formação de público, formação de consciência e de coletividade em Planaltina e comunidades periféricas do Brasil”, afirma Adriana Gomes, diretora geral e artística.
Evento com personalidade e identidade de quem movimenta a descentralização da cultura audiovisual. Encontros cheios de afetos, exibições de filmes, debates profundos e uma boa festa.

Para Danúbia Mendes uma das curadoras do Festival, a importância do Motriz emana justamente por “ser um festival periférico, feito por pessoas periféricas e ser realizado numa periferia do Distrito Federal, e ter na linha curatorial a questão de abrir espaço para vozes que antes, foram silenciadas.

 

20 a 22 de outubro
Complexo Cultural Planaltina

Filmes independentes, inéditos e de todas as regiões do país. Produções emergentes, curta- metragens que falam de diferentes poéticas da resistência. A potência na diversidade dos corpos periféricos, em defesa da democracia e dos direitos sociais e humanos, em tempos de combate ao fascismo. Cinema gratuito e aberto a todas as quebradas do DF. Apresentações artísticas e musicais, sessões de cineclubes e rodas de conversa em pontos de cultura de Planaltina.

Motriz- Cinema ancestral, atual e adiante!

PROGRAMAÇÃO

16h00 – 18h00
FILME DE ABERTURA


Chão
1h51′ | 10 anos | Documentário | Brasil
Direção: Camila Freitas
19h
CERIMÔNIA DE ABERTURA

19h30 – 21h30
MOSTRA COMPETITIVA 1

Relatos Tecnopobres
13′ | 14 anos | Documentário/Ficção Científica | GO
Direção: João Batista Silva

Até o fim do mundo
15’50 | Livre | Experimental Anti-Colonial | Colômbia/Brasil
Direção: Margarita Rodriguez Weweli-Lukana & Juma Gitirana Tapuya Marruá

Neguinho 20’20 | Livre | Drama | RJ
Direção: Marçal Vianna

Imaginários urbanos 24’42 | Livre | Documentário | AL
Direção: Glauber Xavier

A Senhora dos Ventos
24′ | Livre | Documentário | PE
Direção: Chia Beloto e Rui Mendonça

Autenticamente Falando
13’20 | 10 anos | Drama | SP
Direção: Matheus Malburg

21h30 – 23h30
FESTA DE ABERTURA

DJ + Sarau Poético
Apresentando: DJ Sapo e Caliandra Molotov

15h00 – 18h00
MOSTRA PARALELA 1
(com debate após sessão)

As Constituintes de 88 14’39 | Livre | Documentário | RJ
Direção: Gregory Baltz

Etnomídia Indígena Brasileira 15′ | Livre | Documentário | GO
Direção: Icaro Cooke Vieira

Fios da Resistência 14’52 | Livre | Documentário | SP
Direção: Larah Camargo

Marina 28’17 | Livre | Documentário | MA
Direção: Taciano Brito

Alê 3’20 | Livre | Drama/Animação/Sátira Social | RJ
Direção: Abrahão Souza

19h00 – 21h30
Mostra Competitiva 2

Nas Quebradas do Boi 21’05 | Livre | Documentário | AL
Direção: Igor Machado

Marie 25′ | 10 anos | Ficção | PE
Direção: Leo Tabosa

Seremos Ouvidas 12’55 | Livre | Documentário | PR
Direção: Larissa Nepomuceno

Trindade 28’16 | 12 anos | Documentário | MG
Direção: Rodrigo R. Meireles

Quando vier a primavera, se eu já estiver morto… 15’25 | 10 anos | Drama | Ficção | CE
Direção: Robson Lima

Perifericu 20’14 | 14 anos | Ficção | SP
Direção: Nay Mendl, Rosa Caldeira, Stheffany Fernanda e Vita Pereira

21h30 – 23h30
FESTA

DJ + Sarau Poético
Apresentando: DJ Sapo e Caliandra Molotov

09h00 – 12h00
RODA DE CONVERSA
Cultura Política de Resistência e o Audiovisual no DF

15h00 – 18h00
MOSTRA PARALELA 2
(com debate após sessão)

Escola Sem Sentido 16’26 | Livre | Ficção/Drama | DF
Direção: Thiago Foresti

profanAÇÃO 25′ | 14 anos | Experimental | SP
Direção: Estela Lapponi

Números / Lobotomia 3’30 | Livre | Ficção/Vídeo-Clipe | DF
Direção: Markão Aborígine

De costas pro rio 16’25 | Livre | Híbrido | AM
Direção: Felipe Aufiero

Medo | 2’55 | 16 anos | Animação | MG
Direção: Luísa Bacelar

O Pescador de Memórias 17’03 | Livre | Documentário | CE
Direção: Eliabe Crispim

19h00 – 21h30
MOSTRA COMPETITIVA 3

A Guerreira Gavião 17’06 | Livre | Ficção | PA
Direção: Robson Messias

Em Reforma 20′ | Livre | Ficção | RN
Direção: Diana Coelho

B.U.N.I.T.A.S.[ce] 20’50 | 18 anos | Documentário | SP
Direção: Estela Lapponi

Dominique 19′ | 10 anos | Documentário | RJ
Direção: Tatiana Issa, Guto Barra

Ocupação Hotel Cambridge 24′ | Livre | Documentário | SP
Direção: Andrea Mendonça

Paredes Clandestinas 15’20 | 16 anos | Drama | DF
Direção: Ana Carolina Nicolau

21h45 – 22h15
CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO E ENCERRAMENTO

22h15
Sambadeiras de roda

22h45
África Tática

23h15
Thabata Lorena

Contato

7 + 3 =

producaofestplanaltina@gmail.com